Descubra como preservar a natureza mudando seus hábitos de consumo

É só tirar um tempinho para ver as notícias e perceber o quanto é necessário preservar a natureza. Queimadas desenfreadas, poluição, plástico nos oceanos, animais feridos, espécies em extinção, aquecimento global… Diante disso tudo, a pergunta que fica é: qual é o planeta que queremos deixar para nossos filhos, netos, bisnetos? 


A frase “There’s no Planet B” nunca fez tanto sentido como agora, depois de vivenciarmos uma pandemia e nos colocarmos em modo reflexivo. Não existe um plano, muito menos um “planeta B”. E, mesmo se existisse, nós deixaríamos nossa linda e amada Terra assim? Sem fazermos nada para salvá-la?

No dia 22 de agosto deste ano chegamos à Sobrecarga da Terra e entramos no “cheque especial”, ou seja, passamos dos recursos naturais e serviços ecossistêmicos que o planeta é capaz de regenerar em um ano e começamos a usar a reserva que seria para as gerações futuras. 


Segundo a Global Footprint Network, organização internacional pela sustentabilidade, atualmente nossa demanda por recursos ecológicos renováveis equivale a um planeta e meio. Isso mesmo: 1,5 Terras!  


Se cada um tiver consciência e fizer sua parte, conseguimos transformar as notícias que vemos diariamente em fatos positivos; em esperança. E se você acha que preservar a natureza requer muito trabalho, que é complicado, está enganado.


Mudando nossos hábitos de consumo, por exemplo, já conseguimos diminuir o impacto negativo das nossas ações no planeta. Veja como:


Comprar alimentos orgânicos e a granel é uma forma de preservar a natureza


Quem se preocupa com a própria saúde sabe que optar por alimentos orgânicos faz bem para o corpo. Agora, sabia que esse processo de produção também ajuda a preservar o meio ambiente?

Segundo a Associação de Agricultura Orgânica, nenhum tipo de agrotóxico pode ser usado durante a produção dos alimentos orgânicos - e isso, além de impactar nossa saúde, também impacta a saúde do nosso planeta, já que dessa forma, os impactos ambientais são reduzidos significativamente.

E quando você opta por frutas e verduras orgânicas, por exemplo, faz com que esse tipo de produção se fortaleça e possa crescer mais e mais. Como estamos falando de alimentos, outra forma de preservar a natureza é comprando a granel.

Além de economizar (geralmente é mais barato) você também diminui a quantidade de lixo. Lembrando que a maioria das embalagens é feita de plástico, material responsável por grandes danos ao meio ambiente. 

Preservar a natureza também é possível quando você diminui o consumo de água e energia elétrica 

Banhos demorados, deixar a torneira aberta enquanto escova os dentes ou lava a louça, usar mangueira para lavar o carro, as janelas e calçadas, regar as plantas… Todos esses e outros atos cotidianos fazem com que gastemos água sem que haja necessidade.

Mesmo que 70% do nosso planeta seja coberto por água, só conseguimos consumir 1% desse volume, o restante não é potável. Diante disso, ainda precisamos lidar com a poluição em nossas reservas de água doce - muitas estão ficando escassas. 


Entende agora como esse gesto simples, de economizar água, pode preservar a natureza? Da mesma forma, economizar energia elétrica também é outro passo que você pode dar para ajudar o meio ambiente.


A economia de água também impacta na economia de energia elétrica e, além de ser bom para seu bolso, ajuda ainda mais nosso planeta. Isso porque grande parte da energia elétrica no Brasil, por exemplo, vem das hidrelétricas e a construção dessas usinas acarreta em impactos ambientais gravíssimos - espécies em extinção podem ser afetadas, há desmatamento, a necessidade de mudar o curso de rios e afins. 


Isso sem contar na poluição que essas usinas causam. Então já sabe: saiu do ambiente? Apague a luz. Troque as lâmpadas por opções mais econômicas, como as de LED e, claro, não passe muito tempo com o chuveiro ligado. 

Investir em cosméticos e produtos de higiene pessoal naturais, orgânicos e cruelty free também é uma forma de preservar a natureza 


Quando você investe em maquiagem, hidratantes, shampoos e outros itens de beleza e higiene pessoal que são orgânicos e naturais, além de cuidar mais da sua saúde e ter menos propensão a alergias, irritações e até câncer, também contribui com empresas preocupadas com o meio ambiente. 

Ao contrário da indústria tradicional, as marcas de produtos orgânicos e naturais têm uma produção consciente. Utiliza apenas ingredientes naturais, produzidos de forma orgânica, e são cruelty free, ou seja, não realizam testes em animais.


Como os produtos são compostos por matérias-primas naturais, eles são livres de substâncias químicas e tóxicas, que fazem mal tanto para nosso organismo, quanto para nosso planeta. As pastas de dente e esfoliantes, por exemplo, são livres de microplásticos - partículas muito pequenas de plástico encontradas em nossos oceanos, prejudicando assim, a vida marinha. 

Essas empresas têm propósito, são comprometidas a preservar a natureza e, por serem apaixonadas pelo meio ambiente e entenderem sua importância, utilizam menos plástico em suas embalagens - muitas até são feitas de outros materiais, sempre recicláveis, claro.
Elas sempre estão buscando formas de melhorar seus processos de produção, para que haja menos impacto na natureza.

Viu como é possível preservar a natureza de uma forma simples? Apenas pensando sobre os hábitos de consumo e tomando novas atitudes? Esperamos que você coloque essas dicas em prática e, junto com a Biouté, lute por um planeta mais saudável e uma vida mais leve, mais feliz, mais verde.

Até a próxima!