O que os elementos da natureza nos ensinam sobre autoconhecimento?

Mesmo quem adora viver na cidade, sabe como é importante se conectar com o meio ambiente para viver melhor. E isso ficou muito claro durante a pandemia, quando atividades simples, como passear pelos parques, sentir o vento nos cabelos enquanto anda de bicicleta, tomar um banho de mar - e até pegar um solzinho (principalmente para quem mora em apartamento) ficaram mais difíceis. A verdade é que os elementos da natureza são importantes para vivermos em harmonia com a gente, com o outro e com o todo.

Uma universidade do Reino Unido realizou um experimento em que mais de 18 mil pessoas tiveram contato com a natureza durante 30 dias. Sabe qual foi o resultado? Elas ficaram mais felizes, saudáveis e as que sofrem de ansiedade e depressão tiveram uma melhora significativa nos sintomas. 


O contato com a natureza é capaz de proporcionar inúmeros benefícios. Entre eles, a melhora do desempenho e concentração; maior produção e absorção da vitamina D; o alívio do estresse e cansaço mental; o relaxamento dos músculos e, claro, uma respiração mais pura. 


Isso sem contar no sentimento de pertencimento, de gratidão e no incentivo à busca pelo autoconhecimento. Por falar nisso, sabia que os elementos da natureza são bons aliados das nossa intuição, emoções, desejos e sensações?


Por meio da terra, da água, do ar e do fogo, entendemos e comprovamos que somos parte da natureza. E, assim, tendo consciência dessa conexão poderosa, podemos aproveitar a energia deles para realizarmos grandes transformações em nossa vida.

Descubra o que os quatro elementos da natureza nos ensinam sobre autoconhecimento e autocuidado:

O que aprender com o fogo? 


Não há como não se encantar ou, ao menos, ficar curioso ao olhar para o fogo. As cores da chama e sua “dança” nos trazem calor, empolgação e energia. Dos quatro elementos da natureza, ele é o responsável por nossas ações, por nossos impulsos e também está relacionado a nossa sexualidade. 


Quando nos conectamos com o poder do fogo, nos sentimos mais motivados e determinados. Mas é importante ficar atento: o excesso dessa energia pode provocar impaciência e agressividade. Já a falta pode causar medo, falta de confiança em si, lentidão e até depressão. 


Fogo também é luz e um elemento capaz de purificar, transformar, renovar. Sua energia também está ligada à limpeza espiritual. 


Como se conectar com a energia do fogo:


Acenda uma vela e conecte-se com sua chama; cozinhe e sinta o calor do fogo transformando os alimentos em uma refeição gostosa e nutritiva; procure tirar uns minutinhos durante o dia para tomar sol. 


Quando você estiver triste, pegue uma folha de papel e anote todas as situações e sentimentos que estão provocando mágoas, ressentimentos, raiva… Depois, queime essa folha e deixe que a energia do fogo liberte e transforme essa energia negativa em luz.

O que aprender com a terra? 


Força, estabilidade, objetividade, abundância. Essas são algumas das características que a terra, um dos elementos da natureza, nos proporciona. É dela que colhemos os alimentos que nutrem nosso corpo; é nela que nós caminhamos. Sem a terra, todos nós flutuaríamos.

O elemento também está relacionado à prosperidade por causa das plantações, pedras preciosas e tesouros.

Ao nos conectarmos com a terra nos tornamos mais práticos e objetivos. Ficamos mais “pé no chão” e passamos a enxergar as coisas com mais clareza. Em excesso, ela pode estagnar, nos tornar mais rígidos e materialistas. E em escassez, o elemento diminui nosso foco, nos deixa apáticos, instáveis e sem estrutura. 

Como se conectar com a energia da terra:

Tem um jardim em casa? Ande descalço sobre a grama, deite nela e aproveite para relaxar enquanto escuta uma música ou lê um bom livro. Faça uma hortinha e plante seus temperinhos preferidos! Você também pode se conectar com o elemento usando pedras durante a meditação. 

O que aprender com o ar? 

Já percebeu que todos os elementos da natureza têm sua importância, certo?
Quando falamos sobre o ar, é impossível não pensarmos na nossa respiração. Sem ele, não há absorção de oxigênio - essencial para nossa sobrevivência.

Também não há como não lembrarmos do vento - seja da brisa ao furacão. O ar também é responsável por carregar sementes, fazendo com que plantas nasçam em outros lugares, deixando nossas paisagens mais bonitas. 


O ar não pode ser visto, mas é sentido. E também está ligado ao nosso campo intelectual - comunicação, pensamentos, aprendizado, imaginação - não é a toa que “inspiração” tem a ver com o ato de inspirar. A criatividade também está relacionada a esse elemento. 


Quando estamos em harmonia com ele, nossa comunicação e ideias fluem. Quando há ar em excesso, vivemos planejando, sonhando, mas não agimos. Também nos dispersamos com facilidade - daí vem a expressão “estar aéreo”. E quando falta, agimos sem pensar, não conseguimos nos concentrar e nos tornamos muito críticos, sem trabalhar a criatividade.


Como se conectar com a energia do ar:

Com exercícios de respiração é possível se conectar com a energia do ar e você pode usar o poder da aromaterapia, por meio dos óleos essenciais, para relaxar, ter mais motivação e afins.

Conecte-se deixando o vento entrar pela janela ou enquanto passeia ao ar livre. Pratique esportes que envolvam altura. Monte quebra quebra-cabeças, preencha sudoku, palavras-cruzadas e faça cursos voltados à comunicação.

O que aprender com a água?

Cerca de 70% do nosso planeta é composto por água. O corpo humano também é composto por água. E não há como negar a importância dela para a nossa sobrevivência. Ela é a origem da vida. 

Fluidez é a característica fundamental de mais um dos elementos da natureza. A água tem a ver com o movimento. Ela contorna os obstáculos, se molda. Tem ligação com nossas emoções e sentimentos - as lágrimas, de tristeza, dor ou felicidade, são um exemplo disso.

A água em excesso pode trazer melancolia, distorção dos fatos, um sentimentalismo excessivo, já a sua falta nos torna menos empáticos, mais frios e insensíveis. Pensamos e agimos com a razão, não levamos em conta nossas emoções.

Como se conectar com a energia da água:

Tome um bom banho de mar, cachoeira ou rio e deixe que a energia da água traga calma e revigore seu corpo e sua mente. Observe a chuva cair, as gotas na janela. Tome um banho relaxante para se conectar consigo mesmo após um dia cansativo. Beba água, faça um chazinho. Ouça músicas calmas, que estimulem sua sensibilidade. 

Depois de todas essas informações, apostamos que você vai querer ficar cada vez mais conectado aos elementos da natureza, certo? E para potencializar esse contato com o meio ambiente, nada melhor do que investir em produtos naturais e orgânicos.

Já visitou nossa loja online? Lá você encontra uma linha completa para deixar seu banho mais gostoso - e também temos pedras chakras para você meditar e se conectar com a energia da terra. ;)